terça-feira, 29 de janeiro de 2008

Corrubedo - Galiza - 2008


Após feitas todas a diligencias e tudo programado com meses de antecedência para umas curtas ferias de pesca, juntado o grupo " EU, Carlos Lázaro, Miguel Coucello, Fernando Encarnação, Ricardo Guerreiro, Ricardo Silva, Vítor Matos, Zé Carlos e ao Pedro Cortes que por motivos de saúde não pode nos acompanhar", auto intitulados " Os Bravos " ai fomos nós à aventura...
O nosso entusiasmo começou reflectir-se na nossa amizade(Odemira/Lisboa( Alvalade)/Ericeira) grandes amigos,Grande convívio.
A maneira como fomos tratados pelas gentes locais, na maneira como a natureza nos recebeu só posso dizer Maravilhoso...


Quanto á pesca propriamente dita: Na Galiza é diferente da que estamos habituados, os peixes comportam-se de maneiras diferentes posso dizer que com a maré baixa fizemos uma ou duas capturas esporádicas, a comedia abundante no meio, faz com os mesmos não subam aos lavadiços para se alimentarem, tivemos que analisar, observar chegar a conclusões, todos estes factores e uma grande dedicação na escolha e selecção dos pesqueiros e mais ainda um forte trabalho na engodagem, para que pudéssemos ter resultados...

Posto isto conseguimos ainda fazer umas generosas capturas!!!






TECNICAS:

PESCA Á BOIA E PESCA Á CHUMBADINHA

MATERIAL UTILIZADO:

CANAS

POWER X F1 5m e 6 m da HIRO
WARRIOR 6 m da VEGA
POWER STRIKE 5 m e 6 m da BARROS
MAX POWER 6m da BARROS
POWER FIGHTING 6 m da COLMIC
ROCHA COMPETIÇÃO 5.5 m da HIRO

CARRETOS

ALUM X 4007 da HIRO
REGAL 40 da VEGA
REGAL 20 da VEGA
EXAGE 4000 da SHIMANO
4 x 4 da GEOLOGIC
MAJESTY 40 da VEGA
XENOS 30 da BARROS
LAGUNA SEA BASS da DAIWA
2000 SX da BANAX
BG 15 da DAIWA;
BG 30 da DAIWA

FIO

COLMIC FENDREEL
VEGA KRIPTON
SEAGUAR
MIRAGE

ANZOIS

MUSTAD
HAYBUSA

BOIAS DE PIÃO E CHUMBINHOS DE CORRER DE 8GR E 10GR

ISCOS

SARDINHA E CAMARÃO

Para concluir este relato deixo aqui este paragrafo do amigo Fernando Encarnação, pois descreve tudo aquilo que foi sentido por todos nós...

" Ao fim de cinco dias é impossível ficar-se indiferente, às belas paisagens entre a serra/montanha e o mar, grandes vegetações, gentes locais fabulosas que nos trataram maravilhosamente quer nas pequenas abordagens que fazíamos, quer nos atendimentos fabulosos, as construções aleatórias de vários tipos e modelos arquitectónicos, as Dunas de Corrubedo, as qualidades das águas, os maciços graníticos que eram a fronteira entre a terra e o mar, fronteira essa que não usamos ultrapassar, os "bocadillos de jamon e quejo", as "Estrellas Galicias", os mariscos, os bons sargos, as paisagens que mexeram com todos nós... "

Queria agradecer aos amigos Pedro Galante e António Simões pelas dicas prestadas " Muito Obrigado".

Depois de Corrubedo Nada será igual..


Obrigado Amigos,obrigado Corrubedo!

Um dia destes "Os bravos" Voltarão a descoberta...


"1 Anzol dentro de Agua é 1 forca para 1 peixe..."

Boas Pescas


Miguel Porfirio Soares dos Reis.

8 comentários:

Zacarias disse...

Bom relato aqui apresentado e execelentes fotografias. O local pelos comentários e fotos, deve ser um máximo. Parabens

António Simões disse...

Obrigado Miguel,

Quem me conhece sabe que não deixo os amigos para trás.A minha preocupação foi sempre permanente, a partir do momento em que sabia que não tinha equipa para me levar junto de vós.
Aquilo que vocês sentiram,eu sinto sempre que lá estou, mesmo fazendo muitas grades como estou a fazer este ano.Para mim é uma enorme felicidade lá estar em comunhão no Santuário. Infelizmente para algumas equipas que levo já não sentem o mesmo..Por cada grade é a desilusão e afinal não vale a pena lá voltar se não tiverem sargos a monte...Não foi isso que escrevi no artigo o Santuário, e parece que algumas pessoas não entendem de facto o que é a pesca e a sua envolvencia.Não é só peixes, há muito mais para além disso...muito mais...
Parabéns!!Acredito que mesmo que tivessem tirado pouco peixe a alegria teria sido a mesma.

Até ao proximo encontro e esse não falharei, porque vou com o vosso grupo.Podem contar comigo.

Um abraço
António Simões

Miguel Coucello disse...

Tudo dito, foi extraordinário :)

A repetir brevemente em outro ponto de pesca algures no oceano atlantico.

Grande malha miguel ;) a pic das duas chapas esta impec.

Sargollini disse...

Olá Miguel

Excelentes fotos,excelentes pescarias,enfim,foi certamente 5 estrelas...

Mais uma vez

PARABÉNS A TODOS

Um abraço
Sérgio Silva

Ricardo disse...

Grande Rato!!!
Belas tábuas enforcaste tu por lá!!!

Grande Abraço aqui do gradeiro e obrigado pela companhia!

Ricardo Silva

Anónimo disse...

Malta 5 estrelas reunida deve ter dado gosto a pesca e a paródia.
BELO REPORT.
abraço
António Matos

Vicius88 disse...

Esse local é explendido sempre que vou la esqueco-me do resto do mundo, somos so nós a pesca e as paisagens maravilhosas com gente simpatica, vou la pelo menos um vez por mes desde Janeiro a Maio.
Agora é pena a estrada estar a alargar e demoramos mais um hora.
Gostei do relato, mas acho que deveriam tambem ter exprimentado carangueijo de dois cascos e mexilhao, geralmente nem é preciso engodar, as capturas nunca fogem muito do que apanharam.
É verdade "Depois do Corrubedo, nunca mais sera o mesmo"
cumps

MR disse...

Boas amigo Vicios88
É verdade pena a estrada, e pena eu estar a 1400km ida e volta :( :(
Carangueijo não usamos porque não pescamos ao fundo,
mas já o mexilhão acho que da proxima vez não pode faltar.

obrigado pela visita.