quarta-feira, 22 de novembro de 2017

sábado, 11 de novembro de 2017

quinta-feira, 9 de novembro de 2017

segunda-feira, 16 de outubro de 2017

Mar.

Quando o sangue das tuas veias regressar ao Mar...

Talvez te lembres que o Mar não te pertence...

Mas sim tu que pertences ao Mar...

Fantastic Fishing...

MPSR

quinta-feira, 28 de setembro de 2017

Last 3..!!!

Boas companheiros como diz o titulo aqui fica o relato destas ultimas 3  idas ao Oceano Atlântico.
Como sempre a cada ida  Mar é para desfrutar ao máximo de tudo e voltar com a alma lavada, tal como não podia deixar de ser, num entanto a nível de capturas a coisa não me sorriu e o peixe destas vezes levou a melhor...


Saída 1 em boa companhia com Rodrigo Zacarias, mas o mar não apresentava as melhores condições no entanto ainda tive uma grande descarga de adrenalina, pois ferrei um bom peixe XXL o qual ainda o vimos, mas infortunadamente para mim deu duas valentes corridas com drag a catar e bem e de seguida soltou-se !!! resultado grade.


Saída 2 solitária com mar de feição e deslocação ao spot anterior na esperança de voltar a encontrar do outro lado da linha o artista da saída 1, só lá estava o neto que prontamente foi devolvido, mudança de spot onde mais uma vez a sorte não me acompanhou, pois apesar de ter efectuado 2 capturas de 2 boas bailas, tive mais uma vez um ataque de um peixe XXL, não se espetou...



Saída 3 mais uma vez em companhia do Rodrigo e como não há 2 sem 3, fomos para a zona dos spots anteriores, resultado uma grade cada um. Dias melhore virão.



Pescarias com Patrocínio:



Material:
Cana Stout wizzard T45, 3,00 m.
Carreto Barros Stout 4000 RX.
Barros Strong Snap Swivel.
Caixa de Amostras Barros Spinn Coast.
Artificial Barros westlab Tribo M66.
Multifilamento de 20 lbs.








MPSR

sexta-feira, 15 de setembro de 2017

Atenção!!! A apanha de Percebes no PNSACV.


Atenção aos companheiros da pesca e do marisco !!

15 de setembro a 15 dezembro o periodo de defeso do Percebe no Parque Natural do Sudoeste Alentejano e Costa Vicentina.

Alínea b) do nº 1ºdo Regulamento aprovado pela Portaria nº 385/2006, de 19 de abril.

segunda-feira, 4 de setembro de 2017

16 Diplodus Vulgaris = 7 kg



Material:
Cana Barros Força 4 de 5 mts. 
Carreto 3000.
Anzóis N 2.
Fio Trabucco T force  0.30mm.

Técnica :

Chumbadinha

Iscos: Lapa.

Não usei Engodo.


quinta-feira, 24 de agosto de 2017

Dicentrarchus Punctatus...









Material:
Nova Cana Stout wizzard T45, 3,00 mts.
Novo Carreto Barros Stout 4000 RX.
Barros Strong Snap Swivel.
Caixa de Amostras Barros Spinn Coast.
Artificial Barros westlab Tribo MC 05 .
Multifilamento de 20 lbs



  MPSR

sexta-feira, 14 de julho de 2017

Pescadores da Costa Alentejana e Vicentina enganados pela Geringonça!!!


Em meados de Fevereiro passado, as comissões de Pescadores e População da Costa Portuguesa (CPPCP),
 desencadearam um processo de luta contra a proibição da pesca do sargo na Costa Vicentina durante o período de defeso que decorre entre 1 de Fevereiro e 15 de Março. Foi marcada uma manifestação mas a secretaria de Estado das Pescas prometeu resolver o problema. O que acabou por não acontecer pois a proposta foi chumbada pelo Ambiente.

O protesto contra as medidas restritivas à captura do sargo subiu de tom e os pescadores lúdicos marcaram uma manifestação para o dia 5 de Março na localidade do Rogil no concelho de Aljezur. Alertado para o conflito que tomava corpo, o secretário de Estado das Pescas, José Apolinário, convocou as CPPCP para uma reunião que foi realizada a dia 28 de Fevereiro em Aljezur. Ficou então decidida a elaboração de “um primeiro esboço de portaria” que revogaria o defeso do sargo na frente atlântica do PNSACV.A legislação em vigor determina que os pescadores lúdicos apeados que praticam esta arte de pesca nos cerca de 120 quilómetros de frente marítima do Parque Natural do Sudoeste Alentejano e Costa Vicentina (PNSACV) estão impedidos de poderem capturar duas espécies de sargos - Diplodus sargus e Diplodus vulgaris - entre 1 de Fevereiro e 15 de Março, precisamente as espécies alvo das suas preferências. Contudo, a interdição não é extensiva aos que praticam a pesca embarcada e submarina, um pormenor que alimentou a contestação ao articulado da portaria 14/2014.
Nesse esboço de portaria, o secretário de Estado reconhecia a existência de “uma discriminação negativa, relativamente aos restantes pescadores que pescam no PNSACV a mesma espécie com outras artes, dotadas de uma maior capacidade de captura”.
Informava ainda que o número de pescadores profissionais licenciados para esta arte se encontra “longe do máximo legalmente previsto, pelo que o impacto desta pesca nos recursos (marinhos) é pouco significativo”. Assim sendo, “inexistem razões que justifiquem a dualidade de regime actualmente existente para os pescadores profissionais de pesca à linha a partir da costa e os restantes pescadores profissionais no que diz respeito ao defeso do sargo”, concluía José Apolinário.
A posição da tutela desmobilizou a manifestação prevista para o Rogil e foi transformada numa sessão de esclarecimento aos pescadores com a presença dos presidentes das câmaras que integram o território no PNSACV (Sines, Odemira, Aljezur e Vila do Bispo). “Ficámos convencidos que as nossas propostas tinham sido acolhidas pelo secretário de Estado”, recordou ao PÚBLICO David Rosa, porta-voz das CPPCP, deixando expresso o seu espanto pelo recuo da Secretaria de Estado que vem anular a posição assumida no esboço de portaria que enviou aos pescadores lúdicos no passado mês de Março.

Fonte: Publico Online


MPSR


quinta-feira, 13 de julho de 2017

Geringonça tambem nos começou a tratar como índios da reserva!!!


Os pescadores lúdicos estão revoltados e sentem-se enganados com a intenção do Governo em voltar atrás com a revogação do defeso do sargo na área do Parque Natural do Sudoeste Alentejano e Costa Vicentina (PNSACV). A promessa foi feita em abril pelo secretário de Estado das Pescas, José Apolinário, e pela secretária de Estado do Ambiente e Ordenamento do Território, Célia Ramos, em Aljezur, para travar uma manifestação dos pescadores. Na altura, chegou a ser feito um esboço para alteração da portaria por parte do secretário de Estado das Pescas. Quatro meses depois, a secretária de Estado do Ambiente deu parecer negativo à revogação, alegando a proteção da espécie. Segundo David Rosa, representante das Comissões Pescadores População da Costa Portuguesa, os pescadores "sentem-se enganados" e prometem protestos na Costa Vicentina durante o verão. PORMENORES  Estudo de "sumidades" Segundo o presidente da Câmara de Aljezur, José Amarelinho, a secretária de Estado Célia Ramos está a escudar-se num estudo elaborado por "sumidades" da matéria, que não os pescadores, e "não viabilizará a alteração à referida portaria". Falta de entendimento Os pescadores e a Câmara de Aljezur lamentam a "falta de entendimento dentro do Governo" no sentido de abolir o defeso do sargo e suspender as áreas de proteção, permitindo a atividade da pesca lúdica até à revisão do regulamento do PNSACV.

Ler mais em: http://www.cmjornal.pt/portugal/detalhe/pescadores-enganados-com-defeso-do-sargo?ref=Bloco_CMAoMinuto

As boas sensações estão de regresso!!!










Material:
Nova Cana Stout wizzard T45, 3,00 mts.
Novo Carreto Barros Stout 4000 RX.
Barros Strong Snap Swivel.
Caixa de Amostras Barros Spinn Coast.
Artificial Barros westlab Tribo M66.
Multifilamento de 20 lbs


MPSR

quarta-feira, 14 de junho de 2017

10 Anos depois sai a Publicação 500

Para variar Habemus Diplodus Vulgaris, com Barros & TBF







Material:
Cana Barros Power Strike 5 mts. 
Carreto 3000.
Anzóis N 2.
Fio Trabucco T force xps 100% fluorcarbon 0.25mm.
Iscos: camarão.
Engodo: Sardina & Cavala esmagadas e misturadas com areia.
Bom dia.
Boas pescas.

MPSR


sexta-feira, 9 de junho de 2017

Continuação de Testes de Material da Nova Colecção Barros.

Terceira jornada, condições​ de maré e vento estavam reunidas, já de lua e ondulação nem por isso, a água apresentava alguma alga em suspensão e o mar tinha um set forte e traiçoeiro, um local de pesca difícil.
Portanto com toda esta conjuntura a ação de pesca foi assim um excelente e ilucidativo teste ao material Barros Stout.
A cana, bom lançamento, bom trabalhar da amostra e como se diz na gíria da pesca mata bem o bem o peixe.
O carreto robusto, o drag a corresponder muito bem a quando da solicitação ou seja um carreto que não dá de si quando posto á prova com um robalo XL.
O Artificial com bom lançamento, boa natação e excelentes azois triplos.
Mais uma vez fiquei satisfeito e com muito boas sensações!!!









Material:
Nova Cana Stout wizzard T45, 3,00 mts.
Novo Carreto Barros Stout 4000 RX.
Barros Strong Snap Swivel.
Caixa de Amostras Barros Spinn Coast.
Artificial Barros westlab Tribo MC02.
Multifilamento de 20 lbs

MPSR

sexta-feira, 26 de maio de 2017

Tengo que Bailar Contigo Hoy... Robalo... Robalito... No Saco Azulito...

Continuação de Testes de Material da Nova Colecção...

Segunda jornada de pesca, as condições​ estavam reunidas e a expectativa era grande,
assim foi, deu para fazer um bom teste em ação de pesca com algumas capturas, 1 bom robalo e 1 boa Baila capturados e mais algumas capturas, mas principalmente o robalo que deu uma bela luta e pôs bem á prova o novo material e mais uma vez fez jus á Marca Barros Stout​.
Quer a cana quer o carreto corresponderam muito bem e mais uma vez deixaram muito boas sensações!!!










Material:
Nova Cana Stout wizzard T45, 3,00 mts.
Novo Carreto Barros Stout 4000 RX.
Barros Strong Snap Swivel.
Caixa de Amostras Barros Spinn Coast.
Artificial Barros westlab Tribo M66.
Multifilamento de 20 lbs

MPSR